1º Domingo do Advento

As celebrações eucarísticas das 07, 10 e 17h deste Primeiro Domingo do Advento, dia 29 de novembro de 2020, presididas, respectivamente, pelo Arcebispo Emérito Dom Itamar Vian, pelo Vigário Pe Edmilson e pelo Pároco Arivaldo Aragão inauguraram o novo Ano Litúrgico,  Ano B,   na Catedral de Sant’Ana. Durante as celebrações, os fiéis acompanharam o acendimento da primeira vela da Coroa do Advento e, guiados e iluminados pelo Evangelho de São Marcos,  foram encorajados a orar e vigiar à espera de Jesus que vem.

Como toda a liturgia deste domingo, o Evangelho apresentou um apelo veemente à vigilância. “Cuidado! Ficai atentos, porque não sabeis quando chegará o momento.” (Mc 13,33). A Palavra exortou o cristão a não deixar-se instalar no comodismo, na passividade, no desleixo, na rotina, na indiferença; mas a caminhar, sempre atento e vigilante, preparado para acolher o Senhor que vem e para responder aos seus desafios.

O tempo do Advento que se estende de 29 de novembro a 24 de dezembro de 2020,
antecede o Natal e é o primeiro tempo do calendário litúrgico. É um tempo de espera e de esperança para a chegada de Cristo. O Advento tem duas funções, a de recordar a primeira vinda de Jesus, a do Emanuel, Deus Conosco, e a de nos preparar a sua vinda definitiva, que será nos fins dos tempos, a Parusia. As duas primeiras semanas deste tempo visam a preparação para a chegada de Jesus e as duas últimas semanas do Advento propõem-se a fazer a preparação para a celebração do Natal, como explicou Padre Arivaldo Aragão em sua homilia.

Neste tempo de preparação, “o Senhor nos dá uma oportunidade de despertar e de colocar em prática que a liturgia de hoje nos fala: vigiar. Vigiar na oração e na intimidade com Deus”, afirmou Padre Ary. Somos, então, convidados a recentrarmos nossas vidas no essencial, a redescobrirmos aquilo que é importante, a estarmos atentos às oportunidades que o Senhor, dia a dia, nos oferece para assumirmos os compromissos para com Deus e para com os irmãos e, assim, nos empenharmos na construção do Reino e estarmos preparados para vinda do Senhor. “Vem, Senhor Jesus” (cf Apoc 22, 20).

Compartilhe :

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

instagram

facebook