5° Dia da Festa de Sant’Ana 2020 e 58° Aniversário da Arquidiocese de Feira de Santana

O quinta dia do Novenário em honra à Senhora Sant’Ana aconteceu nesta terça-feira, 21 de julho de 2020, quando a Arquidiocese de Feira de Santana completou seu 58° aniversário.

A celebração eucarística, presidida pelo Arcebispo Emérito Dom Itamar Vian, foi dedicada à Igreja Particular de Feira de Santana, à Vida Religiosa, aos Seminários Santana Mestra e Propedêutico e às Vocações. Além da ação de graças pela vida e missão da Arquidiocese, foram homenageados na celebração: as Irmãs Sacramentinas, as Irmãs do Santo Rosário, demais Congregações e Ordens Religiosas da Arquidiocese, Seminário Maior Sant’Ana Mestra, Seminário Propedêutico Nossa Senhora da Providência, Cúria Metropolitana, Faculdade Católica de Feira de Santana e Vocacionados.

A Santa Missa contou com a presença de Dom Zanoni Dementtino Castro, Arcebispo Metropolitano de Feira de Santana, Padre Arivaldo Aragão, Pároco da Catedral, Diácono Edmilson, o Seminarista Clebson e dos Membros da Comissão dos Festejos 2020.

No início de sua pregação, Dom Itamar Vian externou solidariedade e comunhão para com todos os doentes e idosos que, neste tempo de isolamento social, podem estar sofrendo de profunda solidão.  Em referência ao Evangelho de São Mateus, destacou o conceito e a importância da família para sociedade e para a vida, pois “as relações de parentesco criam vínculos que, se bem administrados, são fonte de ânimo, coragem, esperança e fé”, afirmou o Arcebispo Emérito. Acrescentou que pelo batismo, os cristãos ampliam as suas relações e passam a participar de uma família ainda maior, do que a primária constituída de pai, mãe e irmãos, a família dos filhos de Deus. “Família daqueles que aceitam e seguem a Vontade e a Palavra de Deus”, enfatizou Dom Itamar. Mas “Como saber qual é a Vontade de Deus?”, questionou e, em seguida, respondeu baseado na primeira carta de São Paulo a Timóteo: “a Vontade de Deus é que todos sejam salvos e que tenham conhecimento da Verdade”.

Antes de concluir, Dom Itamar agradeceu a todos os antepassados que viveram o desenvolvimento desta Igreja particular, fazendo memória aos dois bispos já falecidos, Dom Jackson Prado e Dom Silvério Albuquerque, às 42 paróquias e às mais de 600 comunidades distribuídas pelos municípios da região, ao longo destes 58 anos da Arquidiocese de Feira de Santana, desde a sua criação.

Compartilhe :

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

instagram

facebook