ELEIÇÕES MUNICIPAIS

ELEIÇÕES MUNICIPAIS

 

Política “é o conjunto de ações pelas quais as pessoas buscam uma forma de convivência entre indivíduos, grupos e nações que ofereçam condições para a realização do bem comum”. É a busca permanente de meios para a realização do bem comum. “Política é a arte de bem governar as cidades”.

SONHAMOS com um país próspero, democrático, sem corrupção, socialmente igualitário, economicamente justo, ecologicamente sustentável, sem violência, discriminação, mentiras e com oportunidades iguais para todos. Mas, só com a participação de todos, é possível a realização desse sonho. Essa participação começa no município. Se quisermos melhorar o Brasil, comecemos, pelos municípios.

A VIDA do povo se realiza, basicamente, no município. Aí se mora, se trabalha, se estuda, se sofre e se festeja. Aí as pessoas conhecem mais de perto a si mesmas, suas vidas e sua atuação social e política. Grande parte das decisões são tomadas a nível do poder municipal: prefeito e vereadores. Daí a importância das eleições municipais para a sociedade.

AS ELEIÇÕES municipais são uma excelente oportunidade para a prática democrática do voto. São um direito do cidadão. Cabe a ele escolher aqueles que irão administrar a vida pública de uma comunidade. São uma escola de novas lideranças políticas regionais e nacionais. Muitos dos que hoje governam o País começaram em municípios do interior.

NESTE tempo de profunda crise social, econômica, política, sanitária e ética pela qual atravessa o Brasil, é bom recordar as palavras de esperança, ânimo e coragem do Papa Francisco: “Envolver-se na política é uma obrigação para o cristão. Os cristãos não podem abdicar da participação na política”. Por isso, eleger candidatos honestos e com maturidade, capazes de colocarem a vida humana e o bem comum acima de quaisquer outros interesses, é um dever cristão.

O VOTO de cada cidadão é um sinal de maturidade e ao mesmo tempo de responsabilidade. Por isso, não vote em branco, nem anule seu voto. Vote em quem você acredita que é melhor, sem a preocupação de perder ou ganhar. Votar, e votar corretamente, dentro das normas da lei eleitoral é tão importante como rezar. A oração, sem o cumprimento dos deveres de cidadão, não agrada a Deus e perde o sentido. Que Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, interceda pelo povo brasileiro.

 

Dom Itamar Vian
Arcebispo Emérito
[email protected]

Crônicas da Semana – 09 de Novembro de 2020

Compartilhe :

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

instagram

facebook