MENSAGEM POR OCASIÃO DO DIA DO CATEQUISTA E TESTEMUNHOS VOCACIONAIS DE COORDENADORES REGIONAIS

COMISSÃO ENVIA MENSAGEM POR OCASIÃO DO DIA DO CATEQUISTA; CONFIRA TESTEMUNHOS VOCACIONAIS DE COORDENADORES REGIONAIS

No último domingo de agosto de cada ano a Igreja lembra, com gratidão e apreço, a pessoa do catequista. Para a Igreja no Brasil, celebrar o Dia do Catequista é uma forma de reconhecimento sobre a importância e grandeza deste ministério a serviço da evangelização.

Em um vídeo, em nome do episcopado brasileiro, o arcebispo de Curitiba e presidente da Comissão para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB, dom José Antônio Peruzzo, demonstrou gratidão pelo ministério catequético, pela vocação de catequista e pela liberdade e disposição de dar uma resposta a Jesus. “Sua relação de discípulo e discípula com ele moveram-no a fazer da fé recebida e professada também um dom”, diz dom Peruzzo.

“Talvez você também não consiga imaginar o quanto está ou estará presente na vida de seus catequizandos. Eles giram o mundo hoje, mas vão recordar de sua pessoa e seu testemunho de catequista. Se no exercício da catequese além da paixão pelos catequizandos há também a alegria de seguir o Senhor, eles nunca vão esquecer o testemunho dado, deixado, irradiado”, comenta dom Peruzzo.

No vídeo, o arcebispo também deixou uma recomendação aos catequistas. “A catequese e os catequistas são uma potência evangelizadora da Igreja no Brasil, mas aqui não se trata de grandezas ou de envaidecimentos, mas de que somos escolhidos e somos chamados e enviados”, chamou a atenção.

Catequista, com muita gratidão, com muito afeto quero dizer que o Senhor Jesus lhe dará um grande abraço um dia, um grande abraço de gratidão por ter aceito e dedicado tempo e inteligência, afeições, criatividades, tudo para que o nome do Senhor Jesus fosse compreendido e amado. Que o Senhor multiplique em bênçãos queridos catequistas, pela bênção que é você para a Igreja. Muito obrigado”, finaliza dom Peruzzo.

Além do vídeo, a Comissão para a Animação Bíblico-Catequética também enviou uma carta aos catequistas de todo o Brasil. O texto também é assinado por dom Peruzzo. Confira-o (aqui).

Depoimentos

O portal da CNBB também conversou com alguns dos coordenadores da Animação Bíblico-Catequética nos regionais da CNBB. Eles falaram sobre a importância da vocação do catequista.

Anamar Ferreira Arrais, coordenadora no regional Centro-Oeste, disse que ser catequista é estar a serviço da Palavra de Deus. Para ela, a “vocação do catequista é inspiração de Deus”.

Débora Regina Pupo, coordenadora no regional Sul 2, afirmou que ser catequista é estar aberta ao chamado divino que “encanta e que também traz a responsabilidade de ser educador na fé”.

Padre Wagner Francisco de Sousa Carvalho, coordenador no regional Nordeste 4, reiterou o que salienta Diretório da Catequese quanto à identidade e vocação do catequista. “O Diretório o define como guardião da memória de Deus e eu acho muito bonito este termo e essa definição que foi dada ao catequista, porque o guardião é aquele que olha, observa, vigia; mas o Diretório diz que como guardião ele não apenas olha, ele preserva, nutre a memória de Deus”.

3. “Padre Wagner Francisco de Sousa Carvalho” — IPHONE DE WAGNER

Fonte: https://www.cnbb.org.br/comissao-envia-mensagem-por-ocasiao-do-dia-do-catequista-confira-testemunhos-vocacionais/

Compartilhe :

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

instagram

facebook