Palavra do Pároco

"Vós sois uma um Edifício Espiritual"

Estimado(a) Paroquiano(a),      

“Sonho com uma opção Missionária capaz de transformar tudo”. São com estas palavras do Papa Francisco, na Exortação Apostólica Evangelli Gaudium 27, que nos preparamos para entra no Ano Missionário Arquidiocesano aqui na nesta igreja mãe de Feira de Santana. Queremos fazer memória do nosso caminho, resgatando a nossa história, marcada pelo testemunho de generosidade e fé, daqueles que fundaram as bases destas terra, o casal Domingos Brandão e Ana Brandoa; celebrar os 173 Anos desta Freguesia de Sant’Ana dos Olhos d’Agua da Feira; os 57 Anos da Catedral de Sant’Ana e toda esta história de Fé que reluz na vida deste lugar, mas sobretudo de cada um de nós, que nesta terra sagrada, busca seguir e testemunhar, no hoje da nossa História, o Neto de Sant’Ana, Jesus Cristo Vivo e Ressuscitado.

Deste 2016, nos colocamos neste caminho, sendo a Paróquia da Catedral de Sant’Ana nas Santas Missões Populares seguindo os passos de Nossa Senhora, assumindo o convide do nosso Arcebispo Metropolitano Dom Zanoni e buscar ser, durante este tempo do ano do Laicato, Discípulos Missionários do Senhor na Catedral de Sant’Ana.

Assim, para abrir o Ano Missionário na nossa Paroquia, CONVOCO a todos que exercem função de coordenação, que fazem parte dos conselhos, comissões ou equipes nesta Paróquia para participarem, integralmente e plenamente, da nossa Assembleia de Pastoral Paroquial 2019, Domingo, 17 de fevereiro, das 8:00h as 17:00 onde concluiremos com a Missa e, no domingo seguinte,  24 de fevereiro, da Santa Missa de Início do Ano Pastoral-Missionário de 2019 da nossa Paróquia na nossa Catedral Metropolitana às 19:00 horas, ocasião em que iniciaremos oficialmente a nossa Ação Pastoral-Missionaria em toda a nossa Paróquia e serão empossadas todas as coordenações paroquiais.

Coloquemo-nos, desde agora, à Escuta da Palavra, o Neto de Sant’Ana, Jesus Cristo; por Ele, com Ele e n’Ele, celebrando na Liturgia e testemunhando na caridade o Seu Mandamento do Amor para sermos, de fato, “uma Igreja de Pedras Vivas, constituindo-nos em um Edifício Espiritual” (1Pd 2,5).

Em Cristo Jesus, sob a proteção de Senhora Sant’Ana nossa Excelsa Padroeira.

 

Pe. Arivaldo Aragão Vitória
Pároco