PAPA E HOMOSSEXUAIS

PAPA E HOMOSSEXUAIS

 

Alguns meios de comunicação e redes sociais nem sempre espalham a verdade. Tem crescido muito a difusão de notícias falsas ou “Fake News”. Há poucos dias, por exemplo, manchetes de noticiários repercutiram uma declaração, atribuída ao Papa Francisco, que ele estaria a favor do casamento – da união – de pessoas do mesmo sexo. A informação é falsa. É mentirosa.

EIS A FRASE do Papa Francisco: “ Os homossexuais têm direito a estar em família. São filhos de Deus e tem direito a uma família. Não se pode expulsar uma pessoa de sua família ou tornar a vida impossível para ela. O que temos que fazer é uma lei de convivência civil, para serem protegidos legalmente”.

O PAPA AFIRMA que a família deve acolher o homossexual e não excluí-lo. A lei que o Papa sugere é de proteção a essas pessoas que são abandonadas por algumas famílias e até expulsas de casa. Em alguns países, os homossexuais, são excluídos da herança. A lei não se refere ao casamento e à união de pessoas do mesmo sexo. O que o Papa pede é que os homossexuais sejam bem acolhidos na família e tratados com dignidade porque são filhos de Deus.

PORTANTO, o Papa fala de caridade cristã para os homossexuais. Eles tem direito de estar em uma família e as famílias tem obrigação humana e cristã de acolher os homossexuais. Mas, infelizmente, alguns meios de comunicação divulgaram noticias falsas, (Fake News) dizendo que a Igreja aceita e abençoa casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Equiparar a família às uniões entre pessoas do mesmo sexo descaracteriza a sua identidade.

A FAMÍLIA e o casamento, têm um papel antropológico e social insubstituível e a união homossexual não cumpre esse papel. O “casamento gay” é contra a natureza do homem e da mulher e, também, objetivamente, contrário à Lei de Deus. “Não há base para estabelecer analogias, nem mesmo remotas, entre uniões homossexuais e o plano de Deus sobre o casamento e a família”. (Papa Francisco).

A INSTITUIÇÃO familiar corresponde ao desígnio de Deus e é tão fundamental para a pessoa que Jesus elevou o matrimônio à dignidade de Sacramento. Ele viveu e cresceu na Sagrada Família de Nazaré. Pela intercessão de Nossa Senhora e de São José, seu esposo, Deus ilumine a todos no compromisso pela promoção e defesa da família.

 

Dom Itamar Vian
Arcebispo Emérito
[email protected]

Crônicas da Semana – 26 de Outubro de 2020

Compartilhe :

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

instagram

facebook