Solenidade de São João Batista

A Solenidade de São João Batista presidida pelo Arcebispo Metropolitano Dom Zanoni Dementino Castro e celebrada às 17h, 24 de junho, na Catedral de Sant’Ana, contou com a presença do Pároco Padre Arivaldo Aragão e do Diácono Ícaro Soledade, que será ordenado Padre, no próximo dia 01 de agosto.

A natividade de São João Batista é uma solenidade muito importante no ano litúrgico, porque nesse dia recorda-se o maior dos profetas, como o próprio Jesus diz, “entre os filhos de mulher, ninguém ultrapassa João Batista” (Lc 7, 28); a vaidade, o orgulho, a soberba, jamais encontraram lugar em seu coração. Por causa de sua austeridade e de sua fidelidade cristã, ele foi confundido com o próprio Jesus Cristo, mas, imediatamente, ele retrucou: “Eu não sou o Cristo, mas fui enviado diante dele.” (Jo 3, 28) e “não sou digno de desatar a correia de sua sandália”. (Jo 1, 27). João batizou Jesus, embora não quisesse fazê-lo, dizendo: “Eu é que tenho necessidade de ser batizado por ti e tu vens a mim ?” (Mt 3, 14).

Filho de Zacarias e Isabel, parente da Virgem Maria, João Batista é considerado o precursor de Jesus e é o único santo, além de Nossa Senhora, cujo nascimento e morte são celebrados na liturgia.

Quando seus discípulos hesitantes não sabiam a quem seguir, ele apontava na direção daquele que é o único caminho: “Eis o cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.” (Jo 1, 29). Ademais, dava testemunho de Jesus: “Eu vi o Espírito descer do céu, como pomba, e permanecer sobre ele. Pois eu não o conhecia, mas quem me enviou disse-me: Aquele sobre quem vires o Espírito descer e permanecer, é ele que batiza com Espírito Santo. Eu vi, e por isso dou testemunho: ele é o Filho de Deus!”

Toda a vida de João Batista foi marcada por esse dinamismo de anúncio, de saída, de entrega generosa pelo Reino de Deus que ele anunciava. Assim, nessa Solenidade, os fiéis foram exortados a deixar-se interpelar pelas palavras e pela testemunho daquele que é “a voz que clama no deserto”. “É necessário mudar de vida, fazer a Vontade do Pai, reconciliar-se com as pessoas, evitar o mal, fazer o bem”, conclamou Dom Zanoni em sua homilia.

São João Batista, rogai por nós!

 

 

Compartilhe :

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

instagram

facebook