Vaticano: novo protocolo de entendimento sobre a luta contra a corrupção

Vaticano: novo protocolo de entendimento sobre a luta contra a corrupção

Foi assinado pelo padre Guerrero, prefeito da Spe, e Alessandro Cassinis, Auditor geral: as duas autoridades trabalharão ainda mais estreitamente para uma implementação mais eficaz das regras de transparência e concorrência nos contratos públicos da Santa Sé e do Vaticano.

Silvonei José – Vatican News

Nesta sexta-feira (18/09), o prefeito da Secretaria para a Economia, padre Juan Antonio Guerrero, e Alessandro Cassinis Righini, Auditor Geral interino, assinaram um protocolo de entendimento sobre a luta contra a corrupção. Foi o que comunicou numa declaração a Sala de Imprensa do Vaticano.

“As duas Autoridades da Santa Sé – afirma o texto – colaborarão ainda mais estreitamente na identificação dos riscos de corrupção e para uma implementação eficaz das regras recentemente aprovadas sobre transparência, controle e concorrência dos contratos públicos da Santa Sé e do Estado da Cidade do Vaticano”.

Comentando o protocolo de entendimento, Alessandro Cassinis disse que “este é mais um ato concreto que demonstra a vontade da Santa Sé de prevenir e combater o fenômeno corruptivo dentro e fora do Estado da Cidade do Vaticano, e que já conduziu a resultados importantes nos últimos meses”. Por sua vez, o padre Guerrero salientou que “a luta contra a corrupção, além de representar uma obrigação moral e um ato de justiça, permite também combater o desperdício num momento tão difícil devido às consequências econômicas da pandemia, que afeta o mundo inteiro e afeta em particular os mais fracos, como o Papa Francisco tem recordado repetidamente”.

Em junho passado foi aprovado o Código Único para Contratos e Licitações, uma lei-quadro contendo regras válidas para a Santa Sé e o Estado da Cidade do Vaticano sobre transparência, controle centralizado e concorrência nos processos de adjudicação, com o objetivo de permitir uma melhor gestão dos recursos e reduzir o perigo de corrupção.

Como é sabido, em janeiro de 2019 o Papa aprovou o novo Estatuto do Escritório do Auditor Geral no Vaticano, elevando-o à autoridade anticorrupção, reforçando assim as suas funções.

 

Compartilhe :

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

instagram

facebook